Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Contando com a participação de servidores, MCTIC deve concluir Planejamento Estratégico 2018-2022 até o fim do ano

Publicado: Terça, 12 de Setembro de 2017, 16h39

A ação faz parte do primeiro ciclo planejamento estratégico, lançado pelo MCTIC no mês de agosto. A ideia é que todos os servidores possam acompanhar e opiniar na criação do plano, por meio do site “MOBILIZA MCTIC”

Até o final do ano, o MCTIC deve definir as diretrizes do Planejamento Estratégico 2018-2022. O objetivo da Secretaria-Executiva é concluir o mapa que vai determinar a missão, visão e os objetivos da pasta para os próximos 5 anos. O coordenador de Projetos Especiais do MCTIC, Luiz Fernando Arantes, debateu com os servidores, as etapas de criação desse plano.

“O Planejamento Estratégico é importante para apontar quais os principais resultados em que o ministério pode contribuir para o país, de que forma o MCTIC pode transformar a realidade do Brasil”, afirma Arantes.

A proposta de trabalho envolve uma parceria com a Enap (Escola Nacional de Administração Pública), que vai entrevistar gestores e atores externos para avaliar as questões fundamentais e oportunidades da pasta. Também será criado um grupo executivo com a participação das unidades do MCTIC, entidades vinculadas e centros de pesquisa.

A intenção é que os servidores possam acompanhar toda a criação do Planejamento Estratégico. Para isso, foi lançado um site (acesse aqui) onde os servidores podem avaliar por meio de enquetes as propostas levantadas pelo grupo executivo. Esse é o primeiro planejamento traçado depois da fusão dos ministérios.

“Com a fusão, o ministério acabou reunindo muitas unidades de áreas distintas de atuação. Nosso desafio é conseguir fazer todo esse universo, toda essa rede, olhar para objetivos comuns de transformação do país”, conclui Arantes.

Ciclo de planejamento estratégico

Após a união das pastas que deu origem ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC em 2016, o desafio é potencializar os resultados que podem ser gerados em benefício da sociedade, superando a crise atual e impulsionando o desenvolvimento do Brasil.

Segundo o Ministério, para que os avanços ocorram de forma contínua e segura, foi preciso estabelecer com clareza quais são os objetivos que direcionam a atuação do MCTIC. Assim, este planejamento estratégico se propõe a identificar, pactuar e disseminar elementos, tais como Missão, Visão, Valores, Objetivos e Metas, capazes de mobilizar as organizações para o atingimento de resultados.

O trabalho se apoia em duas premissas, foco em resultados e ampla participação, e será desenvolvido observando os compromissos já assumidos pelo órgão, como os presentes na Lei do Plano Plurianual (PPA), na Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação – ENCTI e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS (Agenda ONU 2030).

Por se tratar de um processo de ampla participação, recebeu o nome de “MOBILIZA MCTIC”, cujo foco principal é mobilizar a organização como um todo, de forma que todos os colaboradores e servidores da REDE MCTIC possam participar ativamente do processo de elaboração do Planejamento Estratégico, e melhor ainda, que essa participação possa despertar o senso de pertencimento e engajamento corporativo, fator primordial para o sucesso da estratégia da organização.

A ampla participação prevista no MOBILIZA MCTIC envolve não só a alta administração (Ministro, secretários, diretores de unidades de pesquisa e presidentes entidades vinculadas), como todos os colaboradores da rede MCTIC – entendida aqui como Administração Central, Unidades de Pesquisa e Entidades Vinculadas, que poderão acompanhar e avaliar as propostas apresentadas.

O processo de elaboração do planejamento estratégico contará com o suporte didático e metodológico da ENAP, responsável pela capacitação do corpo técnico, nos temas afetos ao método Balanced Scorecard (BSC). A capacitação oferecerá subsídios teóricos e técnicos para auxiliar a administração na tomada de decisão e na articulação das ações estratégicas.

O diferencial do BSC é que, concluído esse primeiro ciclo, será possível representar a estratégia do MCTIC por meio de um mapa, com os principais objetivos de interesse da sociedade relacionados aos esforços que serão promovidos pelo órgão.

Acesse e participe do MOBILIZA MCTIC acessando o site:

http://planejamentoestrategico.mctic.gov.br/

Fim do conteúdo da página