Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Técnica brasileira pode transformar bagaço de cana em carvão ativo

Publicado: Quarta, 04 de Janeiro de 2017, 12h15

Reportagem do jornalista Reinaldo José Lopes, publicada na Folha do dia 04 de janeiro, trata sobre o método elaborado pelo LNNano para produzir carvão ativo, um dos materiais utilizados para a purificação da água e do ar

Reportagem publicada pela Folha apresenta técnica inovadora desenvolvida por uma equipe do Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano), um dos quatro laboratórios que compõe o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), que transforma, por meio da nanotecnologia, o bagaço que sobra da cana-de-açúcar para originar o carvão ativo, um dos principais componentes dos sistemas de purificação da água e do ar.

Além dessa utilização, essa técnica também produz uma cobertura especial de prata no carvão com capacidade antimicrobiana, ou seja, tal camada elimina, por exemplo, bactérias nocivas na água.

Esse novo método, que até gerou um depósito de patente em parceria com uma usina de cama, serve como outra opção para o bagaço de cana, uma vez que o excedente é fonte de energia ou para a produção do chamado etanol de segunda geração. Além disso, o carvão ativo é produzido fora do país a partir de cascas de ovo e de ossos, por exemplo.

Para acessar e ler a notícia completa, clique aqui.

registrado em:
Assunto(s): CNPEM , LNNano , inovação , tecnologia
Fim do conteúdo da página